A vocação sempre aparece como chamado de Deus e a resposta do ser humano. Todos homens e mulheres são chamados, convidados e convocados a responderem a Deus no amor e por amor incondicional, sem impor, ou esperar nada em troca. Uma resposta doação: No Evangelho Jesus faz referência, dizendo: “Aquele que perder sua vida por mim e pelo Evangelho este a salvará”.

A vocação não é uma profissão, uma inclinação para certa obra, fazer trabalhos ou realizar serviços. A vocação é de dentro da pessoa para uma realidade onde o plano de Deus quer cuidar e zelar mais da vida. A vida do ser humano está para o mistério e o mistério chama este homem, esta mulher para um partilhar e celebrar a dignidade: ser a imagem e semelhança do próprio Deus. Levantar a autoestima.

A vocação vem realizar o processo onde a pessoa dá sentido a sua vida e sentido a vida dos outros. Querer o bem e a felicidade, a realização e a salvação dos irmãos e irmãs, ou seja, sua vida será completa no fruto que vamos seguir: O Cristo.

A vocação não para no caminho para a santidade. Não para por que aparecem perseguições ou o martírio? Ela brilha, ilumina-se, maravilha-se com as graças que Deus oferece para tanta obra boa. Rejubila-se com tantas afrontas e maldades em nome da fé. Crescer a vocação e a participação no chamado. A resposta para Deus é para todos.

Desde o dia do batismo o ingresso na família divina dá poderes, outorga direitos a viver em profundidade este dom. Na vocação sacerdotal, servidor do Reino para Deus. Na vocação consagrada, servir aos irmãos em total entrega. Na vocação familiar, dom para maternidade e paternidade, gerar a vida. Na vocação leiga, partilhar os dons no serviço para a comunidade. Na vocação ministerial que é comum para todos, ser exemplo e testemunho de doação e entrega até a morte pelos irmãos.

Seja Feliz, viva sua vocação, missão, serviço, comunhão e santidade na fé.

 

Pe. Geraldo Ascari

Publicado Publicado em Artigos

Nossa casa e nossa gente são as mais lindas obra do amor de Deus. Extasio-me ao contemplar o projeto, o plano maravilhoso e perfeito do criador. Entre tantas belezas, pairo diante do desabrochar da vida de qualquer espécie da natureza. Em cada fase, um verdadeiro milagre visível onde nossa passagem também pode deixar um legado maravilhoso. Infelizmente, isso está sendo deturpado pela não colaboração e pelo mau uso da liberdade do ser humano. As coisas belas e saudáveis estão desaparecendo. Somos desafiados constantemente a recriar a sã consciência a respeito disso.

Sou religiosa consagrada a Deus desde 1981 na Congregação das Filhas de Santa Maria da Providência. Nosso fundador, São Luís Guanella, é um verdadeiro arauto da caridade. Sinto grande alegria em ser chamada a servir ao Senhor, pois é impossível para mim, diante de tão grande amor e ternura, não abraçar, não acolher e não me entregar a Jesus. 

No encontro do amor nasce a vida pois a vida é feita do amor. Ele a move e abastece. Com sua força, energia, garra e vitalidade faz nova todas a coisas. Faz pulsar, vibrar o coração, desejando só o bem e o encontro do irmão. O amor se revela em todas as coisas, na pessoa do outro, nos sons, na beleza da flor, na natureza, na água, no fogo, na verde relva, no orvalho da manhã que nasce, no cantar dos pássaros, no murmúrio das ondas do mar e no vento a embalar. O amor está no Sol, na lua, nas estrelas, na noite que espera a aurora chegar, na terra, na chuva, na criança contemplando as cores. O amor não tem fronteiras, tudo pode, tudo crê, é maior que o infinito, mas ao mesmo tempo não precisa de espaço, não tem fronteira, supera todas as barreiras e desafia a morte. Ele é o próprio Deus. Ó insondável amor, só em pensar que sou Tua e que me amas individualmente, quero somente para Ti viver. Sim, continuarei Tua missão promovendo vida, sendo ressurreição entre os irmãos até o amor retornar e a eternidade alcançarmos.

Procuro ser um sinal do reino de Deus, da sua paixão e ressurreição, pois a vida religiosa consagrada faz parte integrante da Igreja, está em seu coração, livre para amar a todos sendo um sinal constante de existência, de vida futura e de esperança. Lembro-vos que somos seguidores de Jesus Cristo. Ele andava, pregava, ensinava e curava. Essa pressa em fazer o bem, não nos deixa esquecer a finalidade a qual fomos criados: louvar, reverenciar e servir a Deus.

Queridos leitores desta minha visão e sentimento, não tenham medo de responder aos apelos de Deus e ao seu chamado. Pois é possível, sim, ser feliz, realizar-se na vida religiosa consagrada ou sacerdotal, doada a Deus e aos irmãos. Jesus nos plenifica. O mundo nos apresenta como realização o contrário: o ter, o poder e o prazer. Tenham certeza, a paz da alma vem do cultivo da vida espiritual em Deus. Só Ele completa o ser humano. Quero partilhar com você essa minha oração feita com carinho:

“Estamos habituados a rezar as nossas alegrias ou as nossas dores, as esperanças ou os nossos desalentos. No fundo, rezamos aquilo que está manifesto, desenhado por um sorriso, por uma lágrima, assinalado por uma data. Agora, queria rezar aqueles sentimentos intermédios, aquelas vontades secretas que nos habitam, aqueles sonhos que pulsam ainda sem uma forma definida, mas que nos colocam no caminho da esperança e da escuta. Protege em nós, Senhor, a semente daquela primavera que ainda não vemos, mas cuja gestação escondida o Teu Espírito já começou.”

 A você, jovem, deixo um desafio: ser capaz de ver mais longe, mais profundo. Não pare na periferia do mundo, fomos criados para o infinito de Deus. É preciso arriscar e buscar o essencial. Convido-vos a um amor maior, que é caridade, pois só o amor edifica o mundo.

 

Ir. Noely Chiarentin-FSMP

 Se você se sente chamado(a) a vida religiosa, procure um de nossos padres ou irmãs e converse com eles sobre a sua vocação. 

Publicado Publicado em Artigos

Quinta, 04 Agosto 2016 11:34

Mês das Vocações - Palavra do Pároco

A Igreja no Brasil lembra todos os anos em agosto a Vocação. São propostas, caminhos, vias e alternativas para dar uma resposta ao chamado de Deus-amor, e o sentido para nossa existência.

As propostas de Deus são sempre iluminadas e inspiradas na fé e na Esperança. Conhecer a pessoa de Jesus. Ele foi o vocacionado do Pai. Ele deu sua resposta em obediência ao que o Pai queria.

A vocação vem do batismo recebido. A Vocação se desenvolve com a oração pessoal. A Vocação cresce com a vida de participação na comunidade. A Vocação é resposta quando vai em missão. A Vocação se realiza quando é para servir e doar-se. A Vocação se efetua quando não se tem outro fim, mas só a santidade.

A cultura vocacional, ou a descoberta da própria vocação é um exercício interior que vai para as virtudes: bondade, fraternidade, prontidão, criatividade, oblatividade, misericórdia, serenidade no amor, com amor e por amor.

A exemplo de Jesus e de sua Mãe a Virgem Maria, os vocacionados vivem para santificar os irmãos. No caminho da santidade, tudo é novidade, não tem rotina, não tem indiferença, tem um tesouro que nos espera para comemorarmos em glória.

Vinde benditos, tomai posse do Reino preparado desde o início do mundo. Isto significa que Deus já preparou o que nos preenche: Sua glória.

 

Viva sua vocação e responda ao amor de Deus.

Publicado Publicado em Artigos

Amados irmãos em Cristo,

Somos chamados a vocação primeira que é a santidade. Jesus disse: “Sede
santos como vosso Pai é santo”. De 3 a 8 de agosto na celebração das 19h faremos a Semana Vocacional Paroquial e para bem celebrá-la contamos com a colaboração e participação de sua Pastoral/Movimento/Equipe para as
atividades de cada dia conforme a programação a seguir:

03/08 - Tema: Somos todos vocacionados
04/08 - Tema: Vida consagrada nos dias de hoje
05/08 - Tema: Missão cristã do leigo
06/08 - Tema: Namoro Cristão
07/08 - Tema: Vocação missionária e sacerdotal
08/08 - Tema: Vocação universal: santidade

Publicado Publicado em Mural

Você já pensou em ser Padre?

Os Padres e Irmãos Servos da Caridade formam o ramo masculino da Família Guanelliana, que Deus suscitou ao redor da figura de seu fundador, São Luis Guanella. É uma Congregação Religiosa, clerical e de direito pontifício, cujo carisma está centralizado na caridade, no abandono filial a Deus que é Pai bondoso e na misericórdia evangélica para com os pobres. Por meio de uma ação apostólica e caritativa buscam ser na Igreja testemunhas da bondade paterna de Deus e do valor sagrado de cada pessoa humana. Dizia o fundador: “Parar não se pode enquanto houver pobres para socorrer e necessidades às quais prover”. (São Luis Guanella).

Ser Servo da Caridade. Por que não?

Vocacional Guanelliano.

Face: Adelmo Maldaner

Site: naondacomjesus.com.br

Webmail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

Você já pensou em ser uma Irmã Religiosa?

As Filhas de Santa Maria da Providência são chamadas a revelar ao mundo, o Amor Providente e Misericordioso de Deus Pai, num clima de família, promovendo de forma integral a pessoa, particularmente as mais desprovidas, aplicando a pedagogia do amor. Batizadas em Cristo, inseridas no coração da Igreja e participantes de seu plano de salvação assumem a missão em comunhão com os Servos da Caridade e Cooperadores Guanellianos.

Faça um acompanhamento vocacional:

Centro Vocacional FSMP:

Comunidade Nossa Senhora do Carmo

Rua Rio de Janeiro s/n - Bairro Parque dos Estados - CX.P:20

CEP: 85875-000 - Santa Terezinha de Itaipu - Paraná

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. - Tel:(45)3541-1505

 

 

Publicado Publicado em Artigos

Terça, 09 Setembro 2014 21:00

Serviço de Animação Vocacional – SAV

Atribuições: Trabalhar em prol da divulgação das diversos vocações através das missas vocacionais, cine vocacional, jornada vocacional, semana da família e semana vocacional, lual, vigílias e encontro com crismandos e coroinhas e formação da própria equipe.
Objetivos: Formação de uma mentalidade vocacional nos dias de hoje nas famílias, nos jovens e nos leigos.
 
Reuniões: 3º sábados de cada mês às 15h  na sala do SAV na paróquia Santa Teresinha
 
Coordenador: Marcos Vinícius - 9209-9820. 

Publicado Publicado em Pastorais e Movimentos